Olá pessoal! Hoje começando o ano de 2021 celebrando com um depoimento muito especial!! Tanto ela quando ele quiseram deixar suas palavras para incentivar mulheres e homens a buscarem ajuda como deve ser, juntos, cúmplices um do outro, para agora viverem uma vida totalmente diferente do que era quando chegaram aqui na Clínica.

Sejam felizes querida!!! Muito obrigada pelas palavras de vocês dois, isso significa muito para a gente e tenho certeza que para quem precisa de ajuda também! Parabéns pela sua determinação, você se empenhou no seu tratamento, você buscou ajuda, você viajava 300Km para suas sessões, isso tudo só mostra a mulher especial que você é! Curtam muito agora!! Vcs merecem!! ♥️

Parabéns Dra Tatiana!! Você transformou a vida deles!!!! Como sempre faz com nossas pacientes! Esse time arrasa! 💪🎉

Depoimento Dela

Olá tudo bem?

Venho escrever esse depoimento porque hoje eu tenho certeza que vai ajudar  muitas mulheres com a minha história, porque eu sou testemunha disso, através dos depoimentos da pacientes dessa clínica me encheu de esperança e me trouxe a CURA!

Tenho 30 anos e sou casada há 6. Cresci  em uma fámilia cristã e tive uma educação um pouco rígida da parte do meu pai, não se falava de sexo dentro da minha casa, minha mãe nunca conversava sobre esse assunto comigo, eu só escutava esse assuntos  dentro da sala de aula com as minhas amigas mas sempre de maneira superficial e incompleta para nao dizer errada.

Não tive namorados, sempre tive algo em mim que eu queria a pessoa certa na minha vida e óbvio com uma única pessoa.

Conheci meu primeiro namorado e único, eu tinha 22 anos, casei com 24 anos e foi maravilhoso eu estava certa que na lua de mel iria “acontecer “. Mas na noite de núpcias com algumas tentativas não conseguimos penetração, e na nossa cabeça aquilo era normal para mim e  para meu esposo, eu me lembro que até comentamos que podia ser o cansaço do casamento pois o dia foi muito corrido.

O tempo passou e também muitas tentativas mas nada acontecia, e eu comecei a ficar preocupada com isso, porque eu percebia que algo estava de errado comigo.

Vou dizer com todas a letras como eu me sentia. Sentia que parecia que tinha uma parede na minha vagina ou que estava fechada; Sentia dor e ardência; Não conseguia de maneira alguma “relaxar” e eu esforçava muito para isso; Ficava tensa e me travava toda; Cheguei a achar que eu não tinha o “canal vaginal” e isso me perturbava dia a dia.

Me sentia frustrada em todas as nossas relações passava noites acordada, perdia o sono e ficava chorando na cama;

E o mais horrível é que eu não conseguia dizer isso a ninguém tinha muita vergonha e medo, eram noites chorando após as tentativas, comecei a ficar deprimida. Não me sentia mulher porque eu olhava as outras mulheres e me achava uma “estranha” perto delas pois eu pensava: porquê eu não consigo? Porque isso acontece comigo? Fiquei muito tempo ansiosa, deprimida eu chorava muito mas muito mesmo.Gente isso é  horrível!!!!

Fiz um tempo terapia isso me ajudou com as minha neuras emocionais. Mas perturbava porque não tinha ido ao ginecologista pois tinha medo e vergonha.

Enfim, tomei muita coragem e fui para a primeira consulta na ginecologista e ela foi super atenciosa comigo, e contei o que estava sentindo ela me examinou, ou tentou pelo menos, pois eu não consegui fazer os exames, lembro bem que ela disse que poderia ser Vaginismo, mas  não era especialidade dela, e ela disse para eu buscar tratamento. Eu fiquei tão mas tão desesperada e  ansiosa que eu fui em uma outra ginecologista porque na minha cabeça alguma ginecologista da minha cidade iria resolver isso. Ao me consultar com a outra ginecologista contei o que estava acontecendo, de primeira eu sentia ela fria comigo, ela disse que poderia ser Vaginismo, mas era pra eu tomar um vinho e relaxar que iria acontecer sim a penetração e  eu quase  chorando falava pra ela que tentava relaxar mas  não dava certo, e ela me deu um “bico de pato” que elas usam para realizar exame de Papanicolau, eu vi aquilo comecei a ficar desesperada na frente dela, ela simplesmente olhou pra mim e  disse que era pra eu levar para minha casa e “simplesmente” introduzir no meu canal vaginal e fazer exercício e que iria resolver, eu peguei aquele negócio com tanta raiva e deixei na mesa dela e fui embora desesperada e pensativa. Eu pensava, mas se eu não consigo com o pênis do meu esposo, imagina com um negócio desse, isso vai me machucar eu pensava….

No meu desespero eu começei a procura na internet sobre Vaginismo, e nas minhas pesquisas, o primeiro site que pareceu foi Clínica Débora Pádua Especializada em tratamento de Vaginismo! E comecei a ler tudo sobre a clínica e a ler os depoimentos e eu chorava quando lia. Ali eu comecei a ter um pouco de esperança e através dos relatos entendi que não era só eu que estava vivendo aquilo.

Foi quando eu liguei  para clínica e marquei a minha avaliação, mesmo sendo a 300 km de distância.

Quando eu e meu esposo chegamos na clínica e vimos as mulheres com os seus maridos na sala de espera, pra mim foi uma sensação libertadora já no começo pois vi que não éramos únicos com aquela dificuldade.

Então fiz a avaliação com doutora Débora juntamente com a Fisioterapeuta Tatiana, e fui diagnosticada com vaginismo moderado. Fui bem recebida por elas e pelas meninas da recepção que são muito amáveis. Foram 12 sessões e a cada sessão foi uma grande vitória pra mim e para o meu esposo que participou de todas as sessões comigo e ele fazia tudo que a Tati pedia também com muita dedicação e paciência,  ele entrava na sala e via todos os procedimentos que a maravilhosa Tati realizava em mim, eu e ele seguimos firmes  em cada sessão, posso dizer que não foi fácil. Mas todas as sessões foram também como uma terapia para nós pois a conversa com a fisio e todo aquele momento era como um refrigério para as nossas cansadas almas pois havíamos buscado por todos os lados uma solução para nosso problema e ali estávamos nós trabalhando nele em passos cuidadosos e meticulosos direcionados por uma profissional que chamamos carinhosamente de anjo enviado por Deus pois veio de encontro à nossa debilidade com um bálsamo de cura e paz.

Recebemos ajuda de amigos mais próximos com os custos das viagens e Deus nos abençoou de uma grande maneira, porque para cada viagem  era possível levantar os valores  através de vendas  e outras ações,mas nosso coração se alegra muito pois mesmo sem ter condições financeiras para custear todo o tratamento e a viajens mas deu tudo certo e finalizamos com muita alegria literalmente graças a Deus.

Hoje eu falo que estou curada do vaginismo  sim! Mas como sempre falei para Tati que cada sessão foi uma terapia pra mim, me curou do vaginismo sim, mas me curou emocionalmente e psicologicamente.

Agradeço primeiramente ao meu Deus que sempre me deu forças e colocou pessoas tão maravilhosas na minha vida. Agradeço ao meu esposo que sempre foi presente em todos os momentos, guerreou comigo, lutou comigo pra vencer isso, uma pessoa que eu admiro e amo muito.

Agradeço a Tati um anjo na minha vida, sempre atenciosa e amorosa a cada sessão ela me ensinava tantas coisas, ela vibrava  junto a cada conquista como eu sempre falava pra ela que elas são agentes que transformam mulheres e casamentos. Tati de uma maneira muito carinhosa me ajudou a superar meu medos e traumas, eu e meu esposo nos sentíamos confortáveis em compartilhar nossos sentimentos e sonhos com ela que se tornou uma pessoa tão especial pra nós que quando chegamos na última sessão ela deu um sino  para meu esposo também, pois ele participou de todas as sessões comigo e tinha tanto direito de comemorar quanto eu, foi um momento maravilhoso e marcante nas nossas vidas. Jamais esquecerei.

Quero agradecer ao meus amigos que tiveram amor e empatia pela nossa situação, e eles nos presentearam com uma viagem de lua de mel e tivemos nossa maravilhosa lua de mel com tudo que temos direito, tudo mesmo.

Agradeço a essa clínica que é uma ferramenta de Deus nesta terra pois transforma mulheres de dentro pra fora. Deus abençoe grandemente vocês e a Doutora Débora Pádua, que missão linda né minha gente.

Agradeço a minha ginecologista da minha  cidade desde o começo atenciosa comigo, e eu voltei a consultar com ela pra realizar meus exames e relatou que sou uma nova mulher, me senti confortável com ela porque ela não rejeitou minha dificuldade e me deu atenção total.

Hoje busco novos sonhos para realizar, quero curtir meu esposo e meu casamento com todos meus diretos de mulher pois sou e estou muito feliz com tudo que aconteceu neste ano também quero muito ser mamãe, a maternidade é um sonho agora possível. Assim voltei a sonhar e a cada realização minhas forças se renovam e me motivo a buscar mais, para todas e todos que estão lendo este depoimento eu espero que você nao desista dos seus sonhos, não nunca desista de você.

Comentar

Agendamento

Deixe seus dados e entraremos em contato






    Forma preferida de contato:

    Expediente:
    Seg a Qui: 8h às 22h
    Sex: 8h às 21h
    Sábado: 8h às 17h

    © 2021 Clínica Débora Pádua - Todos os Direitos Reservados. Site com SEO Criação