Nem mesmo os 1.000Km de distância me fizeram desistir do tratamento

São histórias como essa que nos motivam a cada dia!

Temos uma responsabilidade muito grande com todas as mulheres que entram em nossa clínica, as vezes não sabemos o que elas fizeram para estarem lá, só sabemos que são corajosas e merecedoras de uma nova vida sem sofrimento, frustração e dor.

Querida, tenho certeza que seu depoimento motivará muitas mulheres a buscarem ajuda e a terem o mesmo sucesso como você. Desejo à você toda felicidade do mundo! ❤️

A minha queria Fisio Dani Moreira agradeço o profissionalismo e carinho com nossas pacientes, você é o máximo!

man-3807436_1280

NEM MESMO OS 1.000KM DE DISTÂNCIA ME FIZERAM DESISTIR DO TRATAMENTO EM BUSCA DA MINHA CURA

Olá caras leitoras, vou contar um pouco da minha história para vocês. Eu tive vaginismo por exatamente 22 anos, sou casada desde 2001 mas conheci meu esposo em 1999. Hoje eu tenho 41 anos. Quando nos conhecemos e começamos a namorar depois de um tempo tentamos por várias vezes penetração e nada aconteceu ficamos obviamente chateados mas achamos que por eu ter tido uma criação meio repressiva e cheia de tabus quanto a ter relação sexual antes do casamento, talvez o medo e o pavor a dor era normal.

Meu esposo para me deixar mais tranquila com aquela situação me dizia várias vezes em cada tentativa sem sucesso que não tinha problema que tínhamos muitos anos pela frente para termos relação com penetração. Então nos casamos em 2001 o grande dia chegou e foi inesquecível tudo perfeito e lindo.
Fomos para nossa lua de mel nossa primeira noite de amor depois de casados e para nossa surpresa nada aconteceu, eu pensei como assim agora estou casada e nada mais me impede de ter relação sexual com meu esposo. Pensem na minha tristeza e frustração, voltamos para casa os dias e os anos foram se passando, fui buscar ajuda com vários especialista de todas as áreas possíveis e ninguém falava o que eu precisava ouvir que eu tinha um problema, mais sim que eu precisa relaxar, tomar um vinho coisas desse gênero, até mesmo um ginecologista na época me chamou de louca. Por longos anos procurei ajuda e não tive sucesso até que já estava cansada de não saber mais a quem recorrer. Parei de procurar por ajuda por algum tempo e meu casamento foi se transformando, desmoronando a gente já não tinha mais as mesmas carícias aquela vontade de ficar junto, fomos ficando cada vez mais distante um do outro, começaram muitas brigas eu fui me transformando em uma pessoa amarga, cada dia mais triste, desmotivada pra tudo, entrei num mar de solidão.

Então cansada de tanto sofrer com isso que me acometia eu me revoltei até com Deus e em uma de minhas orações perguntei a ele porque havia me esquecido, me abandonado e que eu não queria mais viver daquele jeito, chorei muito e pedi a ele por favor só me mostre o caminho, o resto deixe por minha conta. Passado alguns dias meu esposo me chamou e disse… achei uma reportagem na internet, vem ler. Fui ver o que era, a reportagem falava de mulheres com dor na relação e pesquisei mais sobre o assunto e descobri aquela linda mulher loira a Dra Débora Pádua falando que dor na relação sexual não era normal prontamente no outro dia liguei e marquei uma avaliação fomos para São Paulo, foi aí então que descobri o tão famoso nome que nunca ninguém havia me falado que existia VAGINISMO, e ela me afirmou VAGINISMO TEM CURA. Então a Dra. Débora me pediu 15 sessões ou mais.

Eu e meu esposo percorremos de ônibus 14 horas de viagem para chegar até a clínica e voltávamos para casa no mesmo dia e nesse dia mesmo abriu uma vaga na agenda da Dra. Daniele Moreira e eu imediatamente aceitei começar fazer a minha primeira sessão. Veio ao nosso encontro aquela outra mulher linda com um sorriso enorme no rosto nos receber. Na porta de sua sala, eu naquele momento não tive mais nenhuma dúvida… estou no lugar certo encontrei a minha cura! Aquele era o lugar certo para o meu problema.

Fizemos a primeira sessão, lembro dela me dizendo… vou iniciar, vou no seu tempo, se doer você me avisa e eu paro. Vamos tudo no seu limite, o meu esposo sentado olhando tudo o que estava acontecendo e tentando entender tudo o que a Dra falava e explicava. Então conseguimos fazer a primeira sessão que foi concluída até o final, lembro que chorei de emoção. Isso aconteceu em novembro de 2018 sai da sala dela com uma felicidade enorme por dentro e na recepção que também não poderia ser diferente fui tratada com muito carinho pela secretaria Edy e já deixei marcado as minhas sessões para início de janeiro pois eu precisava ir em casa ajeitar as coisa e achar um lugar para ficar em São Paulo, pois era muito longe para ir e vir. O gasto e o desgaste físico seria muito grande. Meu esposo ainda sem acreditar que eu iria ficar tanto tempo longe de casa o que somariam três meses se tudo desse certo no percurso do tratamento, mesmo assim me ajudou a encontrar um lugar para eu ficar e achamos bem próximo da clínica e com um valor acessível, fiz um acordo no meu trabalho, peguei parte do meu fundo de garantia dei entrada no meu seguro desemprego e em janeiro parti para SP sem nenhuma dúvida do que estava fazendo.

Eu só comentei aqui da questão do meu trabalho para vocês terem a certeza de que quando queremos muito uma coisa a gente dá um jeito e consegue principalmente quando se fale em felicidade em ter uma vida normal de verdade! Então comecei o tão sonhado tratamento e eu evoluía a cada sessão e me sentia cada dia mais feliz!!! Eu fazia todos os exercícios que foram solicitados pela Dra Daniele todos os dias. Eu me dediquei inteiramente ao tratamento e a cada sessão eu ligava para o meu esposo e dava a notícia da evolução o qual ficava torcendo por mim. Esse esposo amigo, companheiro que mesmo com toda dificuldade e tristeza que passamos por longos anos sem ter uma penetração não desistiu de mim não desistiu do nosso sonho de ter uma relação completa como todo casal tinha.

Conclui meu tratamento com 17 sessões, passei por todas as etapas do tratamento com sucesso! Pelo exame ginecológico o qual eu nunca tinha feito por medo da colocação do aparelho e foi tudo tranquilo. Consegui colocar o absorvente interno o qual nunca tinha usado. Colocar o meu próprio dedo o qual eu tinha pavor só de pensar em colocar, nessa fase do tratamento eu já me sentia quase uma mulher completa, e muito mais segura de mim do meu potencial ! Me sentia mais leve e feliz! Então em abril fui liberada para vir pra casa e ter a minha primeira penetração… fui muito bem orientada pela Dra Daniele de como tudo iria proceder e finalmente final de abril tivemos a nossa primeira penetração completa!!! Não tive dor, não tive pavor não tive medo algum só estava bastante nervosa o que é normal e tudo fluiu perfeitamente! Eu tive a minha primeira penetração completa até o final tanto que eu não acreditava que tive que pegar o espelho para olhar se realmente o pênis estava todo lá dentro então quando tive a certeza eu chorei muito! Meu esposo se emocionou junto comigo, ficamos por horas sem acreditar que realmente tinha acontecido meu coração batia tão forte, mais tão forte que eu conseguia sentir batendo aqui em cima na garganta. Eu venci!! Eu consegui!! Eu estou livre do VAGINISMO!!! Isso não vai me assombrar nunca mais em toda minha vida! Estamos felizes, realizados completamente! Estamos vivendo aquele momento de lua de mel que nunca tivemos. Pra mim a cada dia uma novidade, um aprendizado e hoje aos 41 anos estou me sentindo uma adolescente vivendo cada momento, aprendendo a cada dia! Posso ver nos olhos do meu esposo a felicidade que a muitos anos eu não via, isso é gratificante… é maravilhoso.

Então primeiramente tenho agradecido muito a Deus por ter me mostrado o caminho e por ter dado luz e sabedoria a essas pessoas que nos ajudam e nos trazem a felicidade novamente! Agradecer as meninas da recepção por me acolherem com tanto carinho e dedicação. Quero agradecer a Dra Débora Pádua por ser essa pessoa maravilhosa e iluminada que é e de nos mostrar a possibilidade da cura. Agradecer em especial a minha fisioterapeuta linda e querida Dra Daniele Moreira pelo belo trabalho realizado, pelo carinho e dedicação no que faz, nunca vou esquecer dela me dizendo a cada sessão quando passávamos para dilatadores maiores e eu olhava pra ela com cara de pavor e ela me dizia… calma vamos no seu tempo, no seu limite não temos obrigação de conseguir, isso já dava toda a motivação para seguir em frente! Era só mais um passo a ser dado, já sinto muita saudade de cada conversa e das risadas em cada sessão. Dani saiba que eu nunca jamais te esquecerei, você se tornou uma pessoa muito especial em minha vida e provavelmente na vida de muitas outras mulheres. ❤️

Lembre-se Dani você é luz na vida de muitas mulheres que não sentem mais prazer em viver, você sempre estará em meu coração, obrigada por existir e por ser essa pessoa tão maravilhosa e por fazer parte da minha história, que Deus te abençoe a cada dia e te dê cada vez mais saberia no que faz e que você tenha sucesso para vida toda, você me trouxe a felicidade que eu a muitos anos não tinha mais, hoje posso dizer que sou uma mulher completa que sou igual às mulheres que tem uma vida sexual ativa normal… eu voltei a sorrir novamente.

Então caras leitoras acreditem VAGINISMO existe e tem CURA! Eu recebi alta e estou completamente curada!!!  Você não precisa mais viver no escuro e na solidão! Não desistam de buscar o tratamento e voltar a ser feliz! Olhem só a distância que eu tive que percorrer para ter uma vida sexual normal. Não tem dinheiro no mundo que pague a felicidade que estou sentindo! Se precisasse eu faria tudo novamente! Sabem o que é satisfatório? No decorrer do tratamento quando estamos esperando a nossa vez na sala de espera é ver ali mulheres sentadas com problemas menores, maiores ou igual ao nosso… aí a gente se dá conta de que nunca estivemos sozinhas e que existe centenas de mulheres e em algum lugar do mundo sentindo as mesmas coisas que a gente sente… e a conversa ali nessa hora com essas guerreiras são as melhores de se ouvir… umas estão no início do tratamento outras estão na metade, tem as que estão finalizando e as que receberam alta e saem com aquele sorrisão estampado no rosto. Então não façam como eu!! Não esperem por 22 anos como eu tive que esperar!!! Vai em frente, vai ser FELIZZZZZ!!!

O que é Vaginismo – Sintomas, Causas, Diagnóstico e Tratamento

Saiba +

Vídeos - Conheça mais sobre Vaginismo e Dor na Relação

Saiba +