O grande dia chegou!

Olá pessoal,

Hoje o depoimento desta paciente que sofreu durante anos com o Vaginismo e agora recebe alta!!!  É muito gratificante saber que através do nosso trabalho transformamos a vida destas mulheres! ❤ Desejamos a você uma vida feliz e plena ao lado do seu amor! Que o relacionamento de vocês seja sempre assim, com muito amor e cumplicidade! E que venha o casamento!!! 

blur-1867402_1280

Tive um regime educacional e religioso muito rígido. Sou Evangélica não nego, porém hoje em dia é pregado usos e costumes, sendo que a palavra de Deus diz: Quem precisa dos médicos ? As pessoas sãs ou os doentes?  Não estou aqui para falar de religião. Quero somente encorajar a todas as Mulheres que por motivo o outro sente-se inseguras em procurar ajuda.

Descobri o Vaginismo com 29 anos de idade, nessa época eu parei de frequentar a igreja e me afastei dos regimes “religiosos” e resolvi conhecer a vida sexual antes do casamento. Conheci uma pessoa que a princípio se tornou meu amigo, onde pude confessar a ele que eu era virgem e relatei que devido o meu princípio religioso havia optado em esperar até aquele presente momento; Mas que já me sentia preparada a enfrentar a “Vida Sexual”.

Primeira tentativa frustrada, daí ele foi tranquilo achou que era normal devido a estar nervosa, tensa e por não ter experiência. Passado alguns meses tentamos novamente e nada. Parecia que havia uma blindagem dentro que impedia a entrada do pênis. Com toda essa situação a pessoa acabou se afastando e perdi totalmente o contato. Fiquei mal, achando que eu não era normal, pois eu achava que o problema seria em mim, devido eu ser de baixa estatura, acabei colocando isso também na cabeça. Minha baixa autoestima era tão grande que entrei no quadro de depressão, pois eu não conseguia firmar em nenhum relacionamento. E os anos foram se passando e com isso a idade também.

Em 2015 conheci o AMOR DA MINHA VIDA que hoje é meu noivo, amigo, companheiro e parceiro. Louvo a Deus por ser tão compreensivo comigo. Meses se passaram e começamos a ter nossa primeira intimidade, frustrada novamente pois nada entrava, nem se quer um absorvente interno, quanto mais um pênis. E eu chorava, esperneava , gritava de desespero e meu noivo sempre me dando palavras de conforto, me acalmava. Foi quando comecei a pesquisar sobre o assunto e descobri que se tratava de vaginismo, um distúrbio relacionado a várias situações adversas. Meses depois encontrei o site da clínica Débora Pádua e comecei a ler depoimentos e ver vídeos sobre o assunto. Foi o que me encorajou a pedir ajuda de uma especialista. Não pense que foi fácil! Em 2017 entrei em contato por telefone para verificar uma possível avaliação, porém não tive condições financeira e os meses foram se passando.

Em Abril de 2018 determinei como meta e prioridade para a solução dessa causa. Em Abril mesmo fiz a Avaliação com a Dra Débora Pádua, onde foi diagnosticado Vaginismo de moderação leve e indicou para o meu caso 12 sessões.

DETALHE:  Sem condições financeira, pois eu me encontrava desempregada, entrei em desespero. Sentei e conversei com meu noivo e ele com todo carinho e disposto a me ver feliz disponibilizou o pagamento do tratamento. Enfim comecei o tratamento em MAIO com 3 sessões com a Dra Débora Pádua e em seguida passei a ser tratada com a Fisioterapeuta Doutora Daniela Moreira. Super dedicada naquilo que faz, um amor de pessoa. Uma profissional paciente com minha indagações ,rsrsrs… onde me orientou um passo de cada vez para se obter um bom resultado. A cada sessão gerava expectativa e pude perceber a evolução e conhecimento do meu próprio corpo. Na 10° Sessão foi liberada para ter relação e ver como eu iria reagir.

O grande dia chegou!!! Tive minha primeira penetração com muito sucesso, foi bem tranquilo! Entrou com tanta facilidade que nem acreditei!  Superou minhas expectativas com muito amor e carinho conseguimos vencer essa etapa tão importante.

Na 11° Sessão a Fisioterapeuta Dani deu procedimento a reta final do tratamento , pois eu estava evoluindo a cada relação e na minha 12° Sessão recebi alta. Foi a melhor notícia que recebi esse ano, onde a Dra Dani Moreira me parabenizou pela evolução que tive no decorrer do tratamento.

Hoje aos 35 anos de Idade posso dizer: ESTOU CURADA DO VAGINISMO, não tenho palavras para agradecer, pois a dedicação dos profissionais da clínica nos dá incentivo nessa caminhada que muitos nem imaginam como é sofrida até chegar a CURA.

Quero agradecer a todos da clínica, desde a copeira, recepcionistas, Fisioterapeutas pelo empenho em atender de forma tão especial as pacientes que chegam desorientadas.  O meu muito obrigada a todas! Saio muito satisfeita com o tratamento e FELIZ POR ESTAR DE ALTA. Onde agora estou em rumo a minha outra meta de vida “Os preparativos do casamento”.

#Partiu nova fase, agora falta pouco para subir ao altar para honra e glória de Deus.

#NUNCA DESISTA DOS SEUS SONHOS

O que é Vaginismo – Sintomas, Causas, Diagnóstico e Tratamento

Saiba +

Vídeos - Conheça mais sobre Vaginismo e Dor na Relação

Saiba +