“Chegou minha vez de dar o depoimento, isso significa que estou de alta e o melhor: curada!”

Bom dia pessoal! Segue mais um lindo depoimento de uma paciente que teve alta esse ano. Ela era de Minas Gerais e decidiu que não ia deixar o tempo passar mais! Hoje está fazendo planos para o casório feliz e contente!! 

Seja feliz querida! Muito obrigada pelas suas palavras, seu esforço foi recompensado!

E a Dra Dani, parabéns!!! Mais uma paciente que livre da Dor na Relação!

writing-828911_1920

Chegou minha vez de dar o depoimento, isso significa que estou de alta e o melhor: curada!

Tenho 27 anos e namoro há quase 4 anos. Desde que começamos a ter relações sexuais passamos por dificuldades, e o pior, sentia dor! Eu sempre pensava como todas vocês: “o problema é comigo”, “nunca vou conseguir”, “sou a única assim no mundo”, “vou perder meu namorado”, “nunca vou poder me casar com ele”, entre tantas outras coisas…

Ao passar pela ginecologista, ela de cara me deu o diagnóstico de vaginismo. Disse que meu caso era leve, afinal conseguia fazer o exame ginecológico sem nenhuma dor, conseguia usar absorvente interno sem nenhum problema também. Mas na hora H, não conseguia ter penetração completa, somente parcial e com muita dor. A minha sensação é que tinha uma barreira que dificultava as coisas. A médica me falou que precisava relaxar mais e sugeriu tomar um vinho pra ajudar. Como todos eles nos dizem, não é?

Pois bem, o tempo ia passando e nós dois na mesma situação. Eu tenho o privilégio de ter comigo o melhor namorado que Deus poderia me dar, o mais paciente, o que me incentivava a não desistir e a procurar ajuda, o que sempre esteve comigo, que aguentava meus desabafos e meus choros, um anjo na minha vida! Dias, meses se passaram, nossas tentativas sempre frustantes e nossa intimidade cada vez menos frequente…

Procurei outra médica, que também me disse que eu não tinha nada, que era coisa da minha cabeça e que se de tudo eu não conseguisse, era pra procurar um tratamento psicológico. Me deu até um encaminhamento que ficou guardado na gaveta por 1 ano. Eu nunca acreditei que fazendo terapia meu problema resolveria, por isso nunca tive a curiosidade e a vontade de procurar esse tipo de ajuda.

O tempo continuava passando e as coisas do mesmo jeito… Até que um dia cansei e decidi que ia encontrar uma solução pro meu problema. Comecei a pesquisar na Internet e foi aí que descobri os vídeos da doutora Débora. Assisti todos os vídeos do canal dela, me identificava com tudo que ela falava. Entrei no site da clínica e comecei a ler os depoimentos das pacientes, fiquei super animada com os resultados que elas relavatam.

Nunca imaginei que a fisioterapia seria a solução. Acreditem: sou fisioterapeuta também e nunca tinha me dado conta que esse seria o tratamento ideal! Tentava relembrar algo da faculdade mas nada me vinha na cabeça. Não trabalho nessa área da saúde da mulher, talvez por isso não me lembrava. Sem pensar na dificuldade e nos gastos que teria pra ir pra SP toda semana (sou de MG), marquei uma avaliação.

Chegando lá, a doutora Débora muito atenciosa, esclareceu tudo pra gente, respeitou meus limites e me disse que seria preciso 10 sessões. A doutora Daniele Moreira tinha um horário disponível e eu já comecei o tratamento no mesmo dia. A doutora Dani sempre simpática e me passando confiança, me incentivava a cada sessão, via minha melhora e isso me deixava muito feliz. Sempre fiz todos os exercícios indicados por ela, e a medida que fui evoluindo tinha a certeza que tudo ia se resolver.

Quando ela me liberou pras relações, fiquei super animada!
Era hora de colocar tudo em prática, e com isso automaticamente rola um pouco de nervosismo e ansiedade pra saber o resultado final… E deu tudo certo, sem nenhuma dor! Era surreal ver as coisas acontecerem e nada mais me incomodar. Parecia mágica, mas aquilo era resultado do ótimo trabalho feito pela fisioterapeuta Dani e também por todo meu esforço em querer vencer.

Agradeço imensamente a doutora Dani Moreira por tudo que fez por mim e por ser “minha luz no fim do túnel”. Também agradeço muito a doutora Débora, se não fosse os vídeos dela, não teria descoberto a clínica. Não poderia deixar de falar sobre as secretárias da clínica, muito competentes e educadas. Um agradecimento especial a Edy, sempre me ajudando com o horário das sessões.

Mulheres que sofrem com o vaginismo, não deixem de procurar ajuda! Se não conseguirem ir até a clínica “Débora Pádua”, procurem uma fisioterapeuta especializada na sua cidade. Vaginismo tem cura e é mais simples do que você imagina!

Estou feliz e realizada! E agora posso dizer: que venha o casório! Rsrs
Beijos a todas :*

O que é Vaginismo – Sintomas, Causas, Diagnóstico e Tratamento

Saiba +

Vídeos - Conheça mais sobre Vaginismo e Dor na Relação

Saiba +