Realizaram o sonho de casar virgem mas não esperavam pela dor na relação


Olá pessoal! Hoje temos mais um caso onde o #Vaginismo atrapalhou a lua de mel e o começo da vida sexual de um lindo casal.

Pesquisas recentes indicam que mais de 15% das mulheres reclamam de dor dor na relação, e infelizmente muitas descobrem isso em um dos momento mais importantes para um casal, a Lua de Mel. Tentativa após tentativa o que era para ser um lindo começo acaba se tornando um pesadelo.

É bastante comum as mulheres sentirem um desconforto com o rompimento do hímen ao perderem a virgindade , porém esse desconforto jamais deve impedir por meses várias tentativas de relação. Nesses casos o ideal é procurar ajuda especializada para buscar tratamento adequado

A Thallyta e o Vinicius vieram até a Clínica e agora estão aproveitando uma segunda lua de mel, do jeito que tinha que ser, sem dor!! Sejam felizes queridos!!!! Essa conquista é de vocês!

Parabéns Dra Rose! Você sempre com sua delicadeza leva nossas pacientes a superarem a Dor na Relação!

heart-drawn-in-the-sand-on-the-beach

 

Thallyta:

Olá pessoal 😊

Me chamo Thallyta, tenho 22 anos, e gostaria de compartilhar com vocês, um pouquinho da minha história como ex vagínica.

Bom, eu sou evangélica desde muito pequena, na verdade desde que me entendo por gente rs, e antes mesmo de ser um dever ligado à uma religião, casar virgem sempre foi meu sonho e meu objetivo, e consegui realizá-lo !

Conheci meu marido aos 18 anos, aos 19 fiquei noiva, e faltando alguns meses para os 20, me casei .

Pronto, realizei o segundo maior sonho da minha vida, foi tudo incrível, porém a melhor parte ainda estava por vir, a famosa Lua de Mel .

Eu entrava em pânico só de pensar, porque os comentários que eu ouvia sobre a primeira relação sexual, eram aqueles tipo, “Dói muito, sangra, a primeira vez nunca é boa”, então eu já tinha um certo receio da lua de mel, mas encarei mesmo assim .. E pra minha surpresa ? Deu tudo errado, meses iam se passando e nada, 1 ano se passou e nada, só tentativas frustradas, era horrível aquela dor na tentativa de uma penetração, aquele medo.

Até que um dia meu marido pesquisando na internet pra saber informações à respeito, descobriu que eu tinha um suposto vaginismo, e foi quando encontramos a Clínica Débora Pádua e resolvemos marcar uma avaliação.

Chegando lá, a Dra. Débora me falou que meu caso não era tão grave, e que com 8 sessões meu problema poderia se resolver, mas num todo foram 10 sessões.

Quanto medo, quanta aflição eu sentia nas primeiras sessões, mas depois não sei como tudo aconteceu, só sei qe tudo fluiu, e a cada sessão era uma nova conquista, era tanta alegria, tanta ansiedade pra que tudo realmente tivesse um final feliz e sem dor, e foi, foi exatamente assim .. Hoje, depois de 1 ano e 5 meses estou curada, conseguimos ter nossa primeira relação com penetração total. E é por isso, que eu quero aqui agradecer muito, à Dra Débora e toda sua equipe de profissionais, às meninas da recepção sempre tão amáveis conosco, e claro, minha eterna gratidão à Dra Rose, que além de se parecer muito com a minha sogra rs’ é também uma querida, que sempre teve paciência comigo, sempre respeitando meus limites, meu medo, e sempre me passando muita confiança .. Hoje, 50% da minha conquista eu devo a ela, muito obrigada Dra Rose.

Vaginismo tem cura sim, e eu, assim como muitas outras mulheres aqui, somos prova disso.

 

##############

 

Vinicius:

 

Decidimos nos casar ainda novos, e como todo jovem, estávamos cheios de sonhos e projetos. Porém, assim que nos casamos vimos aos poucos todos eles indo por água abaixo, e a incapacidade falava muito alto dentro de mim .. Ouvia muitas vezes de pessoas próximas, que “a culpa era minha”, que “eu não conseguia fazer direito”, virgem, e sem experiência alguma, também comecei a me culpar, enquanto de um lado eu a via triste, muitas vezes até chorando aos prantos após uma tentativa frustrada, eu me entristecia comigo mesmo, mas ao mesmo tempo tentava me confortar, dando toda minha atenção à ela. Pois bem, após conhecermos a clínica da Dra Débora, e sermos encaminhados para o tratamento com a Dra Rose, fiquei um pouco receoso, ainda com medo de algo dar errado, pois essa era a nossa última tentativa, não posso negar que na minha cabeça passava a possibilidade de não dar certo, mas aos poucos fomos tendo progressos, e o que para nós era impossível, aos poucos se tornou possível, e após 9 sessões tivemos a nossa primeira relação sexual, e confesso que os resultados não atingiu somente a nossa área sexual, mas outras diversas áreas tmb, tivemos um impacto muito positivo, mudando até mesmo nossa perspectiva de vida, nos unindo ainda mais.

Hoje eu entendo, e sou grato à Deus por tudo o que passamos, porque isso nos ajudou e nos ensinou muito. De maneira nenhuma eu me envergonho pelo o que passamos, muito pelo contrário, me alegro muito em saber que vencemos uma dificuldade que pra nós era impossivel, mas que hoje se tornou possível graças à ajuda da equipe profissional da Dra Débora.

E agora, rumo aos 10 filhos kkk !!