Mesmo sem muita esperança ela encarou o tratamento do Vaginismo e deu certo!


Aqui vai a história de uma paciente muito querida que chegou em minha clínica com uma esperança muito pequena de um dia ter uma vida sexual “normal”. Eu não tinha dúvida que vc conseguiria minha querida e sei que mesmo com altos e baixos no meio do tratamento seu sucesso era certo. Obrigada por confiar em meu trabalho e nunca se esqueça que pra tudo existe uma solução, basta acreditar!

mulher_mar

Nem acredito que chegou o dia de escrever meu depoimento de uma angústia onde me perguntava por que havia tido o diagnóstico de Vaginismo.

Bom vamos então entender um pouquinho da minha experiência de uma vida a dois. Menu nome é LMS tenho 40 anos, sou casada a 3 anos, porém namorei com meu parceiro 2 anos.
Quando eu ainda namorava tentamos e não conseguimos ter relação, mas eu sempre achava que aquilo era normal, pois também por ter crescido com uma educação mais rígida com pais nordestinos, sexo só deveria acontecer após o casamento, então achava normal. E meu parceiro sempre respeitava minha decisão.

Enfim chegou o dia do nosso casamento e na minha primeira noite de casada tentamos e não conseguimos, eu achava que pelo nervosismo e ansiedade não tivemos sucesso. Foram dias e dias na tentativa e nada. Logo comecei a desconfiar que tinha algum problema, perguntava às minhas amigas e elas sempre diziam que o sexo era bom e prazeroso. E para mim nada dessas definições.

Logo em seguida marquei uma consulta com uma ginecologista em busca de alguma resposta, porém na consulta o que ouvi foi uma pergunta “Você ama seu marido? Relaxa, toma um vinho e deixa de frescura, pois as mulheres foram feitas para terem uma relação” . Fiquei arrasada… me perguntando será que sou normal ?

Passado alguns dias, consultei mais 3 Ginecologistas procurando ajuda, até por que meu grande sonho é ser mãe, e nada, nenhuma resposta. Só uma grande frustração de tentativas de relação sem sucesso.

Tendo sempre o apoio do meu esposo, sempre muito atencioso, fui até as rede sociais e encontrei um grande profissional, que apesar do meu medo, estava ali para me ajudar, Dra Débora Pádua.

Liguei na Clínica e fui muito bem atendida pela secretária Victoria. Marcada minha avaliação, fui com medo, sem esperança, angustiada e muito nervosa, onde perguntava para mim, “Será que vai dar certo?”.  E aqui estou hoje dando este depoimento e posso falar valeu muito!

Fiz 15 sessões, onde na 12ª fui liberada para ter relação com meu marido. Estou satisfeitíssima, feliz e sem dor com uma grande esperança de ser mãe, pois eu com 40 anos de idade, casada a 3, nunca havia tido uma relação com penetração. Hoje estou tendo as noites mais surpreendentes e dias também pois sei que sou uma mulher normal, livre do vaginismo.

Sou extremamente grata à este anjo que encontrei na minha vida Dra Débora Pádua, obrigada por tudo , você será sempre uma referência na minha vida. Estou curada! Dor na relação para mim ficou para trás, sou uma mulher normal e feliz por mim.

Obrigada equipe Clínica Débora Pádua e em especial meu anjo na terra Débora Pádua.