Mais uma que superou a distância e a dor na relação sexual!!!


Bom dia pessoal! Mais uma paciente de longe que veio se tratar aqui com a gente e hoje recebe alta superando a dor na relação sexual.

Muitas mulheres de todo o Brasil nos procuram para fazer o tratamento mas acabam desanimando muitas vezes por conta da distância aqui para São Paulo capital. Aqui na Clínica fazemos de tudo para facilitar a vinda dessas pacientes, como comentamos em outro post temos um parceria com um hotel ao lado da Clínica com tarifas mais interessantes e também atendemos aos sábados das 8:00 às 17:00 para as que querem vir passar em consulta e já voltar para sua cidade.

Então se você está longe daqui, não desanime! Converse direitinho com seu parceiro,  tente se planejar , venha primeiro para uma avaliação, ou aproveite por exemplo férias para começar o tratamento, e avalie se não vale a pena!

Espero que a próxima me enviando um depoimento seja vc! :)

Parabéns querida! Obrigada pelo depoimento! Seja muito feliz!!!!

E parabéns a Dra Daniele ! Minha equipe sempre arrasando!!

Beijo e boa semana a todos!!!

398181989-1024x640

Tenho 27 anos casada a 6 anos e meio. Nós dois éramos virgens e esperamos até o casamento para ter relações sexuais. Mas na nossa lua de mel, com muita decepção descobri que não conseguiu consumar o nosso casamento. A princípio, achei que era porque estava nervosa e com o tempo a intimidade iria nos levar a penetração. Porém o tempo foi passando, e nada de eu conseguir. Tentamos inúmeras vezes, mas qualquer tentativa de penetrar o pênis para dentro da vagina falhava e causava dor e ardência. Era como se tivesse uma “parede” que impedia.

Eu conversava com minhas amigas e prestava atenção se alguma falava se tinha passado por algum problema parecido, e me achava anormal quando concluía que todas tinha uma vida sexual normal. Esse problema foi acabando com minha alta estima, pensava que eu não era boa esposa por não conseguir dar uma relação completa pro meu marido. Eu não tinha coragem de contar pra ninguém e meu marido super amoroso e compreensivo procurava me ajudar.

Depois de quase chegar aos três anos assim, consegui contar pra minha mãe, que “fez” eu ir na ginecologista. A médica me examinou, e com muito custo fez exame de papanicolau pra virgem, eu sentindo muita dor, e disse que fisicamente eu estava bem e me falou que eu poderia ter vaginismo. Ela me encaminhou pra psicóloga, já que em minha cidade não tem profissional que cuida dessa disfunção. Pesquisei muito na Internet e comprei um quite de livro com dilatadores pra tentar tratar sozinha, mas cada vez que eu não progredia no tratamento em casa mais desesperada eu ficava. Perdi as contas de quantas noites de choro… comecei a fazer o tratamento com a psicóloga, que me ajudou até certo ponto a conseguir falar do problema, mas penetração nada.

Foi então que minha mãe pesquisando na Internet encontrou o site da Dr Débora Pádua. Quando eu li os depoimentos eu chorei, porque antes eu sabia que tinha tratamento porém não sabia como encontra-lo. Criei coragem e liguei na clínica. A Vitória foi muito legal, me explicou como era a avaliação e já marcou pra semana seguinte. No dia da avaliação meu marido foi comigo e quem fez foi a Dr Daniele e a Dr Rose. Elas foram uns amores, me deram segurança e constataram que eu tinha vaginismo médio e precisaria de 15 sessões.

Já nas duas primeiras semanas eu fiz quatro sessões. A cada sessão as dores foram diminuindo e eu progredia mais. Fiz os exercícios direitinho e a Dani sempre foi uma amigona me ajudando tanto na parte física como na emocional, me ajudando a ver o sexo como ele realmente é, uma coisa boa não triste. Quando consegui fazer o exame de Papanicolau e o intravaginal foi uma alegria só!! Na décima segunda sessão fui liberada pra penetração.

Porém não foi como eu imaginava… tentamos algumas vezes mas não conseguimos. A inexperiência dos dois e o nervoso atrapalharam. Fiquei super chateada mas a Dani me tranquilizou e pediu pra meu marido ir junto na próxima sessão. Ela nos deu mais orientações e quando tentamos de novo deu certo!!! Eu nem acreditei!! E cada vez que tentávamos de novo foi melhorando cada vez mais e menos dor eu sentia. Até que essa semana eu tive alta!

Hoje posso dizer que eu estou curada! Eu e meu marido estamos de lua de mel de novo, nos descobrindo e muito mais achegados um ao outro.
Muito obrigada Dr Dani por tudo! A Vitória que sempre foi tão legal e prestativa e a Dr Débora pelo profissionalismo.
E se você tem esse problema, não deixe de procurar ajuda pois vaginismo tem cura!