O Vaginismo deixa as mulheres com pouca ou nenhuma esperança de que o sexo um dia dará certo.


Esta paciente chegou em meu consultório muito desacreditada que um dia tudo daria certo e que teria uma penetração total e sem dor. Graças a Deus depois de pouco tempo sua história foi reescrita e a partir de agora tudo será diferente!
Beijo querida e obrigada por confiar que tudo daria certo! 😉

Quando decidi iniciar minha vida sexual não passou pela minha cabeça   que seria tão difícil a tal primeira vez. Tive um relacionamento antes do meu marido que durou alguns anos e por muitas vezes tentamos ter relação sem sucesso, acabou não dando certo o relacionamento. Sofria muito por imaginar que talvez nunca conseguiria ter uma relação sexual, quando conheci meu marido tive a preocupação se não conseguir com ele tbm, e não consegui mesmo. Passava horas, dias, semanas pensando em como para algumas pessoas parecia tão fácil e eu nunca tinha conseguido uma penetração. Me achava uma anormal, que era a unica pessoa que passava por isso, nunca tinha ouvido falar que alguma mulher não tinha conseguido uma coisa que é tão natural. meu marido sempre muito compreensivo me dava muita força e sempre dizia que conseguiríamos, mas ja não acreditava mais nisso, e tudo piorou quando procurei uma ginecologista por incentivo do meu marido, afinal ja estávamos quase três anos casados e nada. Quando cheguei ao consultório e disse que não conseguia ter relação com meu marido, ela deu um grito e disse: você é virgem? Eu disse que sim, pois nunca tinha acontecido a penetração. Ela me examinou de um jeito nada delicado e disse que o canal da minha vagina era normal e que era pra procurar um psicólogo, sai de lá pior do que entrei, me sentia a pior das mulheres. cheguei em casa muito triste, chorei bastante e quando meu marido chegou e contei pra ele disse que encontraríamos uma saída. Passou mais um curto tempo, e meu marido fez uma pesquisas na internet sobre o assunto e foi quando conhecemos a palavra vaginismo, quando parei para ler os depoimentos vi que os casos eram exatamente iguais ao meu e me identifiquei imediatamente. Mais algumas pesquisas e encontramos o nome da Dra Débora e o pouco de esperança que ainda restava cresceu dentro de mim, mas não tive coragem de imediato de procurar a ajuda que tanto precisava, tinha vergonha da situação. Peguei o numero e tomei coragem, marquei uma consulta, mas liguei de desmarquei. Isso aconteceu por duas vezes, ate reunir coragem em ir a terceira consulta marcada. Senti muita vergonha quando cheguei la, mas assim que vi a Débora sei lá,,, simplesmente desapareceu, ela foi tão simpática e acolhedora que me senti a vontade de imediato. Ela me ouviu pacientemente e me examinou, foi um pouco difícil esse primeiro contato, mas correu tudo bem. meu caso era… digamos que intermediário, nem fácil, nem difícil. Então a Débora me passou 15 sessões, pacote fechado iniciamos o tratamento e desde a primeira sessão já me sentia muito confiante e o progresso foi mais rápido do que esperávamos. Na sexta sessão ela nos liberou para tentarmos, nos passou as instruções  e tudo mais, mas na hora H eu travei e não aconteceu. Fomos á sétima sessão um pouco triste por não termos conseguido, mas ela nos liberou  para tentarmos novamente e pra nossa felicidade  conseguimos finalmente ter a penetração total e sem dor, simplesmente não senti nenhuma dor e achei isso incrível, tudo muito mecânico mas melhor do que esperávamos, no final das contas fiz apenas 10 sessões e a dra me deu alta. Disse que não tinha mais vaginismo, e realmente não tenho mais. Hoje um pouco mais de dois meses da nossa primeira vez estamos super bem e treinando novas posições rsrs. me sinto tão feliz e liberta de uma “coisa” que me predeu durante anos e que me privou de ser feliz por completo. hoje somos um casal “normal” assim como os outros. E eu devo agradecer primeiramente a Deus por ter me dado força pra enfrentar essa etapa da vida. e agradecer a meu marido por estar sempre ao meu lado, me incentivado, por estar comigo em todas as sessões,  ter dado força e principalmente por não ter desistido quando eu mesma quase desisti. Obrigada por acreditar em nosso amor. E é claro que eu tenho muito que agradecer a dra Débora pela simpatia, empatia, cuidado e perseverança. eu te agradeço simplesmente por você amar o que faz, só gostando do que faz para obter tanto sucesso. Que vc seja mto feliz, só peço a Deus que te abençoe muito, seremos eternamente gratos a você. um grande abraço.
E para vc que esta lendo esse depoimento e tem vaginismo, não deixe para amanha. Procure ajuda o mais rápido possível, pois há solução, não desista.